Uma australiana de 23 anos foi surpreendida e presa pela polícia de New South Wales na manhã de hoje. Ela é acusada de um roubo de 100.000. Ripple (XRP) avaliados na época do crime, em janeiro, em cerca de US$ 300 mil (aproximadamente R$ 900 mil), reportou o ZDNet.

De acordo com o site australiano, a mulher, cuja identidade ainda está sob sigilo, vive no subúrbio de Melbourne, em Victoria, na Austrália, roubou 100.000. XRPs de uma carteira que pertencia a um homem de 56 anos.

A polícia disse que após uma longa investigação conseguiu um mandato e o executaram na manhã desta quinta-feira na casa da suspeita que fica no bairro de Epping. Ela então foi levada para a delegacia do subúrbio de Ryde.

A investigação vinha acontecendo havia 10 meses, reportou o site.

Em janeiro, a vítima — que também não teve o nome revelado — ficou sem acesso à sua carteira de criptomoedas por dois dias e quando conseguiu resolver o problema suas XRP já tinha sido sacadas, conta o site.

O homem disse que percebeu que havia algo de errado com sua conta de e mail pelo menos 1 mês antes do ocorrido.

A roubo também foi noticiado pela rede News, da Austrália, que deu detalhes.

Eles reportaram que, em posse das XRP da vítima, a mulher as transferiu para uma exchange da China e logo em seguida as converteu em bitcoin.

Arthur Katsogiannis, comandante geral do departamento de crimes cibernéticos de New South Wales, se pronunciou.

“Uma conta de email é mais valiosa do que as pessoas imaginam – os golpistas estão cada vez mais focados nisso à medida que vinculam o indivíduo a contas financeiras e outras informações pessoais”, disse a autoridade.

Ele acrescentou um alerta e disse que para se proteger, o acesso a contas de email contendo informações pessoais e financeiras devem contar, no mínimo, com uma autenticação de dois fatores.

De acordo com o News, a mulher pagou uma fiança e foi liberada. Ela deve, porém, comparecer ao tribunal australiano em 19 de novembro. A investigação ainda prossegue, visto que a polícia desconfia que há mais pessoas envolvidas no caso.

Segundo o ZDNet, um relatório da Comissão Australiana de Concorrência e Consumo (ACCC) de maio deste ano revelou que muitos australianos foram vítimas de fraudes com criptomoedas no ano anterior, que perfizeram aproximadamente AU$ 2,1 milhões, cerca de R$ 5,5 milhões.


Ganhe alto com a Binance

A maior e mais confiável das exchange está aceitando novos cadastros por tempo limitado, aproveite e obtenha grandes lucros no mercado de criptomoedas com essa incrível plataforma de trading.

Acesse já: https://www.binance.com