Blockchain Notícias

Bancos chineses colocam lista negra de crédito em uma blockchain compartilhada

O braço bancário da gigante de varejo chinesa Suning está testando um consórcio de blockchain que permitiria aos bancos participantes registrar e atualizar um livro-razão compartilhado de usuários com avaliações de crédito ruins.

De acordo a agência de notícias local Sina Finance, o Suning Bank desenvolveu o sistema blockchain para mover sua lista negra de tomadores de crédito suspeitos para um banco de dados distribuído em um esforço para permitir a colaboração com outros bancos na prevenção de fraudes que se utilizam do crédito.

Usando o sistema, cada instituição participante se torna um da blockchain que pode acessar a lista negra original compartilhada pelo Suning Bank. Instituições que possuem nós podem atualizar a lista com seus próprios dados, indica o relatório.

Fundado pela Suning em 2017, o Suning Bank é um dos primeiros bancos comerciais online-para-off-line na China, lançado por empresas privadas estabelecidas para fornecer empréstimos às pequenas e médias empresas.

A mudança para compartilhar dados sobre a confiabilidade dos usuários é a mais recente da instituição financeira a utilizar a tecnologia blockchain no gerenciamento de seus sistemas de crédito.

Em setembro do ano passado, o Suning Bank uniu-se a outro consórcio de blockchain criado por outros dois bancos comerciais privados – CITIC e Minsheng – que usam um sistema blockchain para registrar transações de cartas de crédito domésticas.

Em março, a CITIC divulgou em seu relatório financeiro anual que a plataforma já facilitou transações no valor de US$156 milhões.

 

Ganhe alto com a Binance

A maior e mais confiável das exchange está aceitando novos cadastros por tempo limitado, aproveite e obtenha grandes lucros no mercado de criptomoedas com essa incrível plataforma de trading.

Acesse já: https://www.binance.com

Deixe sua opinião