Notícias

Cartão permite pagar compras com Bitcoin

Por mais que Bitcoin tenha se mostrado um investimento muito rentável nos últimos anos, a moeda virtual ainda é aceita em relativamente poucos lugares. Com isso em mente, a empresa britânica London Block Exchange (LBX) vai lançar o Dragoncard, um cartão que converte instantaneamente os Bitcoins dos clientes em dinheiro “real”, permitindo que eles paguem suas compras com a moeda.

O Dragoncard, de acordo com a empresa, é um cartão da bandeira Visa que funcionará de maneira sincronizada com um aplicativo de celular. Por meio do app, os usuários podem atrelar suas carteiras de Bitcoin ao cartão. Com isso, será possível realizara pagamentos usando a moeda virtual em qualquer estabelecimento que aceite cartões Visa.

Quando um cliente fizer isso, a LBX paga o lojista imediatamente em dinheiro. Em seguida, retira da carteira virtual do cliente o valor em Bitcoins equivalente à sua compra, cobrando uma taxa de 0,5%. Além de permitir que a Bitcoin seja usada como forma de pagamento em mais lugares, esse método também resolve outro dos problemas das transações com a moeda virtual: o da agilidade.

 Segundo o Telegraph, as transações em Bitcoin normalmente levam alguns minutos para serem completadas, o que as tornaria pouco viável para o pagamento de compras em pontos de venda físicos. Mas como a LBX faz o acerto em dinheiro com o lojista e depois realiza uma transação em Bitcoin com os seus clientes, esse problema deixa de existir.

Disponibilidade

Além de Bitcoin, os clientes da LBX também poderão realizar essas mesmas transações pagando em outras moedas virtuais, como Ripple, Monero, Ethereum e Litecoin. Em todos os casos, é necessário antes usar o aplicativo para atrelar uma carteira virtual ao cartão. As transações têm as mesmas medidas de segurança todo o sistema bancário britânico, e o sistema já obteve aprovação provisória da autoridade reguladora financeira local.

De acordo com o Engadget, o Dragoncard será lançado ao longo das próximas semanas no Reino Unido. É necessário pagar uma taxa de 20 libras (R$ ) para obter o cartão, e a empresa também cobra taxas para saques em caixas eletrônicos. Por tratar-se de uma empresa de lá, é pouco provável que esse cartão seja disponibilizado em outros países. No entanto, é possível que a Visa trave parcerias com outras empresas em outros países para oferecer soluções semelhantes.

Deixe sua opinião