Notícias

CIO do UBS diz que Não se Envolverão com Bitcoin

O gigante dos serviços financeiros UBS não tem planos de se envolver com bitcoin ou outras criptomoedas, de acordo com um de seus executivos seniores.

Em uma entrevista com a Bloomberg, o diretor de investimentos da UBS, Mark Haefele, disse que a falta de supervisão do governo e a “massa crítica” em torno das criptomoedas está mantendo a empresa – o maior banco da Suíça – fora do mercado.

Haefele também disse que a ideia de que o governo poderia reprimir a criptomoeda, citando seu possível uso para o financiamento do terrorismo, também atenuou as perspectivas do UBS de se envolver.

Ele disse a Bloomberg:

“Tudo o que seria necessário seria um incidente terrorista nos EUA, financiado por bitcoin para o regulador dos EUA implementar e agir muito mais seriamente. Esse é um risco, um risco não quantificável que o bitcoin tem que outras moedas não”.

Como o bitcoin não é patrocinado ou apoiado por nenhum governo, ele pode ser usado para evitar ser monitorado, argumentou ele. No entanto, Haefele acrescentou que ele não acha que esta situação durará.

Ele continuou dizendo que a questão predominante em torno de investir em qualquer coisa é saber quando sair e perguntou: “Então, como você sabe quando é um bom momento para sair de um investimento em bitcoin?”

Haefele não é o primeiro membro do UBS a expressar abertamente preocupações sobre bitcoin. O economista-chefe da empresa, Paul Donovan, comparou o bitcoin com a mania das tulipas em 1637 em uma série de tweets no início deste mês.

E o chefe executivo da UBS, Sergio Ermotti, disse à CNBC no mês passado que ele é mais otimista na blockchain do que ele é sobre as criptomoedas especificamente.

 

Fonte:Portal do BTC

 

Deixe sua opinião