Notícias

Conheça o Professor que Ensina sobre Bitcoin a Estudantes da Coreia do Norte

A Coreia do Norte pode ser um dos países mais isolados do mundo, mas ainda está tentando se adaptar tecnicamente e competir com outras nações. O país está atualmente sob pesadas sanções dos Estados Unidos e da União Européia pela realização de testes de mísseis nucleares e violação dos direitos humanos. Nas últimas duas semanas, a Coreia do Norte também provocou e irritou os EUA e outros países ao lançar um novo tipo de míssil perto do Japão.

Por causa dessas sanções, muitos bancos norte-coreanos não são capazes de processar adequadamente as transferências bancárias internacionais. Os especialistas acreditam que a Coreia do Norte pode ignorar essas sanções usando criptomoedas descentralizadas como Bitcoin ou Monero. Um artigo da FireEye sugere que o governo norte-coreano esteja por trás de hackers que atacaram as exchanges sul-coreanas de criptomoedas.

Ensinando Bitcoin e Blockchain na Coreia do Norte

Em 23 de novembro, o site ExpressVPN publicou uma notícia que descreveu a jornada de ensino de Bitcoin e Blockchain por Federico Tenga para estudantes da Coreia do Norte. Tenga foi convidado pela Universidade de Ciência e Tecnologia de Pyongyang (PUST), para ensinar estudantes de ciência da computação e finanças principalmente sobre tecnologia blockchain e seus possíveis usos.

Tenga descreveu sua experiência:

Como estudantes de Ciência da Computação, eles definitivamente vieram à aula com um pouco de conhecimento, e eles são muito bons programadores, mas como eles não têm muito acesso ao mundo externo, eles obviamente não experimentaram a mesma internet que um europeu estudante de informática tem experimentado.

Ele adicionou:

Quanto ao ensino de Bitcoin, não é tão complicado quanto parece quando o tema é dividido em pequenos pedaços. Simplesmente dividi-o em quatro partes: i) como funcionam as assinaturas digitais, ii) o que é prova de trabalho (proof-of-work), iii) como funciona a blockchain e iv) como coordenar contra o gasto duplo. Depois de separar, não é muito difícil entender os conceitos.

É definitivamente interessante ver que um país isolado e protegido, como a Coréia do Norte, que tem um número muito limitado de usuários de internet, está interessado em explorar os possíveis usos de tecnologias como o Blockchain. Alguns especialistas acreditam que a Coreia do Norte pode usar esse conhecimento para conduzir ataques hostis contra infra-estrutura as criptomoedas, como exchanges e operações de mineração.

 

BitcoinTrade

A primeira plataforma Brasileira que você pode comprar com segurança utilizando o seu Cartão de Crédito como forma de pagamento. Eles aceitam Visa e Mastercard. A BitcoinTrade ainda conta com certificação de segurança PCI Compliance, a única no Brasil. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

Fonte:Portal do BTC

 

Deixe sua opinião