Notícias

Equipamento de mineração de Bitcoin da Kodak é identificado como fraude

O KashMiner, um computador de mineração de Bitcoin que estava em exibição no estande oficial da Kodak na feira de tecnologia em Las Vegas, EUA, em janeiro, acabou se revelando um produto enganoso, com lucros anunciados inatingíveis. O produto, que nunca foi oficialmente licenciado pela Kodak, não irá adiante, de acordo com a empresa por trás do esquema.

A empresa Spotlite USA é uma licenciada da marca de produtos de iluminação LED da Kodak, o que permite à empresa colocar a famosa marca em seus próprios produtos.

Em janeiro de 2018, a empresa exibiu um computador de mineração de criptomoedas que poderia ser alugado. Seu plano de negócios se baseava em permitir que as pessoas pagassem uma taxa inicial para alugar o computador. Os clientes poderiam pagar a taxa de US$3.400,00 e lucrar com a atividade de mineração de criptomoedas com o equipamento denominado KashMiner.

No entanto, um relatório da agência de notícias BBC, descobriu que a empresa nunca foi oficialmente licenciada para usar a marca Kodak em seu equipamento de mineração e que o pagamento estimado aos mineradores de criptomoedas não era realista, uma vez que a mineração de Bitcoin tem sido cada vez mais difícil e custosa. O material promocional prometia ganhos de US$375 por mês durante dois anos, o que totalizaria US$9 mil até o final do contrato e proporcionaria um lucro de US$5.600.

Saifedean Ammous, professor de Economia na Universidade Americana Libanesa e autor de “O Padrão Bitcoin: A Alternativa Descentralizada para o Banco Central”, disse à BBC que a mineração de Bitcoin usando KashMiner traria prejuízo.

“Não há como seu mágico equipamento de mineração Kodak fazer US$375 por mês”, disse Ammous.

O CEO da empresa, Halston Mikail, disse que planeja instalar centenas de KashMiners na sede da Kodak e que já instalou 80 dispositivos lá. A alegação foi refutada por um porta-voz da Kodak, que disse à BBC que nenhum dispositivo foi instalado.

“O KashMiner não é um produto licenciado da marca Kodak. Unidades não foram instaladas em nossa sede.”

Questionado pela BBC em uma ligação telefônica, o CEO da Spotlite alegou que o acordo com a Kodak não foi adiante por causa da interferência da Comissão de Valores Mobiliários (SEC, na sigla em inglês) dos EUA e que a empresa mudou seu plano de negócios.

Em vez de alugar os KashMiners para os consumidores, a Spotlite USA executará sua operação de mineração na Islândia, onde possui vários dispositivos instalados. Não está claro que a Spotlite USA estava tentando fraudar os mineradores de criptomoedas, mas as evidências sugerem erros grosseiros.

Ganhe alto com a Binance

A maior e mais confiável das exchange está aceitando novos cadastros por tempo limitado, aproveite e obtenha grandes lucros no mercado de criptomoedas com essa incrível plataforma de trading.

Acesse já: https://www.binance.com

Deixe sua opinião