Notícias

ETF de bitcoin dos irmãos Winklevoss é rejeitada novamente; Preço volta a cair

A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos rejeitou o pedido de ETF baseados em Bitcoin dos irmãos Winklevoss, fundadores da exchange Gemini, de acordo com um comunicado da Agência nesta quinta-feira (26).

A proposta encaminhada no mês passado, da BATS BZX Exchange, para listar e negociar as ações baseadas em commodities da Winklevoss Bitcoin Trust, foi rejeitada por 3 a 1, conforme votação, mostrou a CNBC.

Esta foi a segunda tentativa frustrada dos gêmeos milionários do mercado de criptomoedas de listar o criptoativo numa bolsa de valores regulamentada, e, por isso, desta vez eles tentaram outro argumento, mas a SEC não ‘engoliu’.

Sobre os argumentos, a Agência disse que não apoia a ideia de que “os mercados de bitcoin, incluindo a exchange Gemini, são exclusivamente resistentes a manipulação”. A SEC também destacou questões de fraude e proteção ao investidor.

A reguladora ainda enfatizou que a desaprovação não se baseou na avaliação da tecnologia do bitcoin ou blockchain, mas sim no quesito ‘investimentos’. E que sua missão é projetada para proteger investidores, evitando atos ou práticas fraudulentas.

Um dos motivos da rejeição também foi de que a prática no mercado de criptomoedas é feito em um mercado ‘offshore’ amplamente não regulamentado.

Em março de 2017, a SEC rejeitou o primeiro pedido de Cameron e Tyler Winklevoss que buscavam listar um ETF vinculado ao bitcoin na Bats BZX – uma bolsa que oferece aos investidores ações, opções e outros serviços.

Outros pedidos seguem sob análise

A Agência protelou para setembro apenas a análise da Direxion Investments, de acordo com uma nota publicada nesta terça-feira (24) no Diário Oficial do Governo dos Estados Unidos (GPO).

Os pedidos de ETF de Bitcoin da VanEck e da SolidX seguem sob análise da SEC.

Bitcoin opera em queda

Após a notícia, o mercado reagiu rapidamente e caiu US$ 400 em poucas horas, voltando a casa dos US$ 7.800.

No Brasil, de acordo com o IPB, a cotação do bitcoin também opera em queda de -6,51% nesta quinta (26), voltando a operar abaixo dos R$ 30.000.

Com a queda, o mercado recuou como um todo, com todas as criptomoedas em baixa e um recuo de US$ 10 billhões no valor de mercado dos criptoativos. O marketshare do bitcoin, porém, continua no maior patamar de 2018.

 

Ganhe alto com a Binance

A maior e mais confiável das exchange está aceitando novos cadastros por tempo limitado, aproveite e obtenha grandes lucros no mercado de criptomoedas com essa incrível plataforma de trading.

Acesse já: https://www.binance.com

Deixe sua opinião