Notícias

Inglaterra não reconhece potencial do Bitcoin e “condena” investidores

Mesmo com o aumento exponencial do Bitcoin no último ano, instituições financeiras e reguladoras ainda estão céticas com a moeda digital.
Andrew Bailey, chefe da Autoridade de Conduta Financeira da Inglaterra, afirma apesar da maior aceitação da criptomoeda, que se trata de uma bolha especulativa e que quem investir nela irá perder muito dinheiro.
“Não é uma moeda, não é exatamente regulada. É uma commodity volátil em termos de preços”, disse Bailey.
Ainda de acordo com ele, muitas dúvidas pairam sobre os motivos pelos quais a moeda é tão valorizada. “Não sabemos quase nada sobre o Bitcoin. Então se você está disposto a apostar nisso, esteja preparado para perder seu dinheiro”, analisou.
Os comentários de Bailey fazem coro ao discurso negativo que o Banco da Inglaterra tem sobre as criptomoedas. Sir John Cunliffe, um executivo da instituição, alarmou os investidores em novembro:
“Quem quiser se arriscar deve fazer a lição de casa. Esta não é uma moeda, no sentido que conhecemos. Não existe Banco Central por trás dela. Para mim, é uma commodity”, garantiu.
Apesar dos apelos de Bailey, a Autoridade de Conduta Financeira da Inglaterra deu permissão para que uma companhia local para lançar sua própria moeda digital. Na época, a cotação do Bitcoin girava em torno de US$ 1 mil, ou seja, nada parecido com o patamar de agora.
Outro banco que não demonstra nenhuma simpatia pelas criptomoedas é o Coutts Bank, responsável pelas finanças da Família Real Britânica, se recusa a apostar neste mercado.

Fonte: Bitcoin Brasil

Deixe sua opinião