Notícias

Lightning Network Agora da Suporte a Transações Entre Blockchains

 

Embora ainda na fase de teste, a Lightning Network agora pode ser usada para enviar transações entre diferentes blockchains. O time de desenvolvimento da Lightning Labs trocou com sucesso o bitcoin testnet pelo litecoin testnet através de um canal lightning esta semana: a propriedade das moedas mudou de mãos, enquanto nenhuma transação foi registrada nenhuma blockchain.

“Os swaps atômicos que foram feitos anteriormente, foram feitos dentro da blockchain, e tiveram as limitações em de transações lentas e taxas de transação elevadas”, o criador do Litecoin, Charlie Lee, disse à Bitcoin Magazine, referindo-se a um truque antigo para trocar diferentes tipos de moedas sem necessidade de confiança. “Os swaps atômicos fora da blockchain são significativamente melhores. Eles são instantâneos, [têm] taxas baixas e protegem melhor a própria privacidade”.

O teste bem sucedido prepara o caminho para trocas de criptomoedas sem necessidade de confiança, processadores de pagamento multi-moeda sem e muito mais.

Bitcoin e Litecoin

A Lightning Network é a rede de pagamento de segunda camada a ser implantada no Bitcoin. E, como um protocolo aberto, é relativamente fácil implantar o suporte à Lightning Network para outras criptomoedas que são forks do código base do Bitcoin – como o Litecoin.

Curiosamente, se a Lightning Netowork funcionar em diferentes blockchains, elas podem ser efetivamente ligadas entre si. Se um ou vários colegas na rede estiverem dispostos a aceitar um tipo de moeda e encaminhar outro, é possível enviar bitcoins em uma extremidade de um canal que acabará por ser o equivalente em litecoin na outra extremidade.

Em um post publicado no Medium na primeira semana de 2017, Lee explicou que esse potencial para criar esses tipos de “pontes” entre criptomoedas fez com que ele apoiasse o soft fork do SegWit no Bitcoin e no Litecoin.

Quando SegWit ativou no Litecoin este ano, a visão de Lee chegou um passo mais perto da realidade. Como o soft fork ainda não havia sido ativado no Bitcoin naquele momento, a Lightning Labs decidiu adicionar o suporte ao Litecoin para a implementação da sua rede LND. Assim, quando SegWit ativou no Bitcoin no, a LND já era compatível com ambas as blockchains.

As versões testnet destas duas blockchains agora são interoperáveis ​​através da Lightning Netowork pela primeira vez, permitindo que os usuários troquem um tipo de moeda pelo outro.

“As principais vantagens em relação às soluções anteriores são a velocidade, custo e a privacidade”, disse o desenvolvedor da Lightning Labs, Conner Fromknecht, à Bitcoin Magazine. “As transferências são mais ou menos instantâneas e não exigem o custo de uma transação na blockchain. Além disso, no caso cooperativo, as transações nunca são transmitidas e não deixam vestígios na blockchain, oferecendo benefícios de privacidade. E com alguma sorte, esses benefícios de privacidade só continuarão a melhorar. ”

O Teste (e o Potencial)

O teste específico desta semana foi feito em uma máquina local, na qual o próprio Fromknecht criou dois nodes: “Alice” e “Bob”. Esses dois nodes foram modificados para poder monitorar ambos os testnets Bitcoin e Litecoin. Fromknecht criou então um único canal Lightning que enviou o testnet litecoin de Alice para Bob e testnet bitcoin de volta de Bob para Alice a uma taxa de câmbio fixa. Enquanto ainda estava em uma configuração experimental, o teste foi bem sucedido; Lightning Labs publicou hoje uma postagem no blog e um vídeo detalhando os resultados.

Além de oferecer uma solução mais rápida, mais barata e mais privada para a troca de moedas, o teste bem sucedido abre caminho para uma nova gama de possibilidades no contexto da Lightning Network. Por exemplo, os peers na rede poderiam eventualmente atuar como exchanges de criptomoedas, concorrendo um com o outro para oferecer as melhores taxas de câmbio.

“Provavelmente, o benefício mais importante dos swaps da Lightning é a capacidade de trocar diferentes moedas sem um custodiante”, disse Fromknecht. “Nosso ecossistema depende fortemente das exchanges para cumprir este papel hoje, mas os swaps da Lightning oferecem aos usuários uma escolha para tirar o melhor dos dois mundos – trocas instantâneas sem renunciar ao controle de seu dinheiro”.

Da mesma forma, esses “trocadores” podem atuar como processadores de pagamento: seria muito mais fácil para os usuários gastar litecoin em comerciantes que só aceitassem bitcoin (ou vice-versa). E é até concebível que os pagamentos de bitcoin para bitcoin através da lightning network rolarão através de hubs Litecoin, se essa for a maneira mais barata de transferir fundos de A para B.

Para Lee, pelo menos, isso não é tão improvável quanto parece, e os testes bem sucedidos marcam outro passo em direção a sua visão para a Lightning Network no Litecoin e Bitcoin.

“A equipe do Litecoin está animada para trabalhar com a Lightning Labs para explorar o verdadeiro potencial das Atomic Swaps entre blockchains“, concluiu.

Texto escrito por @AaronvanW

Vídeo:

Fonte:Portal do BTC

 

Deixe sua opinião