Notícias

Operadora de cartões MasterCard pode adotar tecnologia por trás da bitcoin

Empresas ligadas ao setor bancário frequentemente criticam o advento de criptomoedas como a bitcoin, mas, às vezes, é difícil fechar os olhos para a inovação. A operadora de cartões MasterCard, por exemplo, pode começar a usar a tecnologia que está por trás da moeda virtual: blockchain.

O sistema blockchain é o que garante que as transações feitas em criptomoedas sejam validadas por uma rede global de computadores anônimos. A MasterCard recentemente registrou uma patente que descreve uma tecnologia bem semelhante.

O documento, descoberto pelo Techcrunch, cita “um método para o processamento de garantias de transações eletrônicas” que inclui “ao menos uma rede blockchain para a identificação” das partes envolvidas na transação.

Ao contrário do que acontece com transações envolvendo bitcoin, porém, o sistema imaginado pela MasterCard não deixa os dados dos envolvidos em anonimato. A empresa pretende guardar de alguma forma os registros das transações por segurança.

O registro da patente, por si só, não é garantia de que a MasterCard vai dar vida a essa tecnologia em um futuro próximo, mas mostra que a empresa ao menos pensou em aproveitar uma parte do que a bitcoin trouxe ao mundo nos últimos anos.

 

Deixe sua opinião