Notícias

Pesquisa Diz que 31% dos Trabalhadores Sul-Coreanos Investem em Criptomoedas

 

Dados da pesquisa mostram que cerca de três em cada 10 trabalhadores sul-coreanos investiram em criptomoedas de alguma forma.

31,3% investiram em moedas digitais

Na quarta-feira, o portal de emprego on-line Saramin entrevistou 941 pessoas assalariadas na Coreia do Sul e 31,3% deles investiram em moedas digitais, com um investimento médio de 5.66 milhões de won (R$ 17.300).

Entre os trabalhadores entrevistados, 44,1% investiram menos de um milhão de won, enquanto 18,3% investiram entre um e dois milhões de won. 12,9% disseram que investiram mais de 10 milhões de won, 9,8% investiram entre 2 milhões e 4 milhões de won, e 7,8% investiram entre 4 milhões de won e 6 milhões de won. (1000 Won coreanos equivalem a R$ 3,07)

Quanto aos motivos do investimento, 54,2% das pessoas acreditavam que era a maneira mais rápida de ganhar dinheiro, enquanto 47,8% disseram que era fácil investir uma pequena quantia em moedas digitais.

Assim como qualquer outro investimento, alguns ganham, alguns perdem. Cerca de 80,3% dos trabalhadores entrevistados disseram que seus investimentos em criptomoedas foram rentáveis, 6,4% disseram que perderam dinheiro e 13,2% disseram que não ganharam nem perderam. 21,1% daqueles que ganharam dinheiro representaram mais de 10%, enquanto 19,4% disseram que seus retornos foram superiores a 100%.

A Coreia do Sul tem cada dia mais se tornado uma potência no mercado global de criptomoedas. O país é o lar de três das maiores exchanges mundiais, representando até 20% dos negócios mundiais de bitcoin.

Estima-se que 2 milhões de pessoas na Coreia do Sul possuem bitcoin e outras moedas digitais.

 

BitcoinTrade

A primeira plataforma Brasileira que você pode comprar com segurança utilizando o seu Cartão de Crédito como forma de pagamento. Eles aceitam Visa e Mastercard. A BitcoinTrade ainda conta com certificação de segurança PCI Compliance, a única no Brasil. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

 

Fonte:Portal do BTC

Deixe sua opinião