Notícias

Por que os Grandes Nomes das Finanças Pensam que o Bitcoin é uma Fraude – e Por que Eles Estão Errados?

A lista não é pequena: Jamie Dimon (CEO – Chase), Jordan Belfort (o “verdadeiro” Lobo de Wall Street), Warren Buffett (maior investidor do mundo), Lloyd Blankfein (CEO do Goldman Sachs), Jack Bogle (fundador do Vanguard Group), Tidjane Thiam (CEO do Credit Suisse), Michael Corbat (Ceo do Citigroup), Axel Weber (Presidente do UBS), Ray Dalio (fundador do Bridgewater Associates, maior fundo de hedge do mundo), dentre outros. Talvez desse para chegar a metade deste artigo listando nomes.

Mesmo que você não conheça a maioria dos nomes ou das instituições, estas pessoas lideram milhares de outras e, mais do que isso, administram centenas de bilhões de dólares em ativos. Por uma simples questão de experiência profissional, não podemos simplesmente descartar o que eles estão falando. São pessoas inteligentes, bem-sucedidas profissionalmente e especialmente uma delas – Warren Buffet – eu possuo um enorme respeito. Mas, não necessariamente eles estão certos neste assunto.

Repare na descrição de seus cargos ou instituições. Bancos, não é? E provavelmente é por isso que suas opiniões não convergem à uma aceitação do Bitcoin como moeda, como ativo ou como algo que veio para ficar. Não, não vou iniciar uma cruzada contra os bancos. Entretanto é preciso entender o pensamento deles para entender o porquê o Bitcoin é tão promissor.

Binance

Ao permitir que qualquer pessoa que possua satoshis possa transferir a qualquer outra pessoa estes mesmos satoshis, em qualquer lugar do mundo, sem um intermediário e com taxas irrelevantes em comparação a estas instituições, já sabemos por onde começa a intenção de suas críticas. Ideologias a parte, vamos nos atentar apenas à lógica.

Voltemos ao primeiro nome da lista. Jamie Dimon já voltou atrás na sua declaração de que o Bitcoin é uma fraude. Dada em setembro de 2017, em janeiro deste ano ele disse: “me arrependo daquele comentário”. Em suas palavras a blockchain é real, permitindo “criptodolares”, ICOs e que o Bitcoin era para ele o mesmo que os governos irão sentir quando o Bitcoin se tornar realmente grande. Ou seja, já reconheceu que é um caminho sem volta. Por exemplo, ele era contra os ICOs. Claro, pois o ICO é uma alternativa a captação de investimentos e um novo tipo de “abertura de capital”. Concorrente direto de um dos principais produtos de seu banco.

Outra declaração que chama a atenção é a de Warren Buffet. “Fique longe disso. É uma miragem, basicamente. É um método de transmissão de dinheiro. É uma maneira muito eficaz de transmitir dinheiro e você pode fazê-lo anonimamente e tudo mais. Um cheque é uma forma de transmitir dinheiro também. Os cheques valem bastante dinheiro? Só porque eles podem transmitir dinheiro? “. Com todo respeito Mr. Buffet, mas já percebi a contradição. Warren reconheceu que é um modo muito eficaz. Logo, tem seu valor. E comparar à um cheque? Francamente. Você pode imprimir um talão de cheques em sua casa, fraudar um pagamento, fazer uma transação sem fundos ou fazer uma transação duplicada. Com um BTC você não consegue fazer nada disso. E outra, como vou fazer um pagamento para alguém em outro pais via cheque? Próximo da lista, por favor.

Lloyd Blankfein, CEO do Goldman Sachs: “Bitcoin não é para mim. Muitas coisas que não foram para mim nos últimos 20 anos funcionaram… mas não estou imaginando que isso irá funcionar”. Percebe-se então que sim, o Bitcoin pode ser mais uma das coisas que não eram para ele e que funcionaram. “Eu não gosto de Bitcoin, não estou confortável com isso, não confio nisso”, disse ele. E como nos podemos confiar na instituição que ajudou a Grécia a esconder o tamanho real de seu débito e que quase levou a União Europeia e o Euro na sua maior crise após a segunda guerra?

Quem realmente argumentou algo interessante foi Jack Bogle (Vanguard Group): “Você sabe que os títulos têm um cupom de juros, que as ações têm ganhos e dividendos, o ouro não tem nada. Não há nada para suportar Bitcoin, exceto a esperança de que você o venda para alguém por mais do que você pagou por isso”. Bem, prestemos a atenção em uma parte “…o ouro não tem nada…o Bitcoin não tem nada…”. Se o ouro não tem nada, como vale mais de $1.200? E claro que o ouro tem algo. É reserva de valor e amplamente utilizado em diversas industrias, além de ser algo escasso. Mesmas características do Bitcoin. Logo, a criptomoeda também tem alguma coisa.

De um modo geral, as pessoas tendem a criticar e ignorar aquilo que elas não entendem ou o que acham que seja uma ameaças aos seus negócios. É como um instinto de sobrevivência. Mas a internet, o e-mail e até o smartphone já sofreram críticas e tiveram sua “morte” decretada diversas vezes. E cá estão. Se o radio sobrevive mesmo depois da televisão e da internet, pode-se então concluir o que pode também acontecer ao Bitcoin.

 

Leia também: Preço do Bitcoin luta para quebrar a resistência em US$ 9.000

 

Ganhe alto com a Binance

A maior e mais confiável das exchange está aceitando novos cadastros por tempo limitado, aproveite e obtenha grandes lucros no mercado de criptomoedas com essa incrível plataforma de trading.

Acesse já: https://www.binance.com

Deixe sua opinião