Blockchain Notícias

Suíça perde startups de blockchain devido a dificuldades em operar com o sistema bancário tradicional

Embora a Suíça seja o lar do Crypto Valley, um dos países mais crypto-friendly do mundo, recentemente, a nação europeia tem vivenciado um êxodo de empresas de criptomoedas devido à dificuldade de operar com os bancos tradicionais. Conforme relata a agência de notícias Reuters, especialistas do setor estão preocupados que as saídas possam dar início à uma tendência que levará a Suíça a perder sua vantagem como a nação que lidera os desenvolvimentos no setor.

Nações europeias como Liechtenstein, Gibraltar, Ilhas Cayman, Malta, entre outras estão atraindo boa parte destes “imigrantes” do universo das criptomoedas devido às suas políticas mais flexíveis frente à relutância do banco central suíço em facilitar o acesso ao sistema bancário pelo ecossistema das moedas digitais.

O SNB (Banco Central suíço) está preocupado que as empresas que operam ofertas iniciais de moedas (ICOs, na sigla em inglês) possam violar as leis de lavagem de dinheiro por não adorem as políticas corretas para impedir este crime, preocupação compartilhada inclusive por funcionários dos principais bancos de investimento internacionais.

“Do nosso ponto de vista, até que você consiga rastrear todas essas transações e sujeitá-las às regras rígidas de combate à lavagem de dinheiro, esse é um risco enorme”, disse o diretor executivo do UBS, Sergio Ermotti, ao Wall Street Journal.

Thomas Moser, que faz parte do conselho de administração do Banco Nacional da Suíça (SNB), disse que algumas empresas que operam seus negócios com criptomoedas tiveram problemas para abrir contas bancárias, mas que o problema não é da SNB e sim da FINMA, órgão do governo que regula as finanças na Suíça. Entretanto, a FINMA é favorável ao setor de criptomoedas, já o Banco Nacional da Suíça é cético e parece que não está disposto a ceder sua posição no curto prazo.

Esta situação está gerando muita preocupação entre os governantes suíços, tanto que a FINMA tem estado em discussões ativas com o SNB para tornar os bancos suíços mais acessíveis ao setor de criptomoedas, que vem tornando-se peça importante na economia e na imagem inovadora da nação europeia.

No entanto, durante 2018 esta situação pode mudar. Como mostra David Henderson, fundador da Sweetbridge Foundation, uma startup de blockchain, a posição do SNB pode impactar o setor como um todo e “obrigar”projetos a mudarem de nação para terem acesso ao sistema bancário uma vez que é impossível operar apenas com criptomoedas.

Henderson queria lançar uma ICO para a Sweetbridge e devido à uma série de fatores, não conseguiu. “Uma resposta cautelosa dos bancos suíços resultou em uma pausa ou fechamento para a maioria dos projetos no ecossistema de criptomoedas”, disse o desenvolvedor que cancelou sua ICO na Suíça e optou por criar contas bancárias em Gibraltar e Liechtenstein, indicando que outras empresas podem fazer o mesmo se este relacionamento com os bancos não melhorar na Suíça no curto prazo.

Ganhe alto com a Binance

A maior e mais confiável das exchange está aceitando novos cadastros por tempo limitado, aproveite e obtenha grandes lucros no mercado de criptomoedas com essa incrível plataforma de trading.

Acesse já: https://www.binance.com

Deixe sua opinião