Notícias

Uma semana após hack, Etherdelta continua registrando perdas

Usar criptomoedas em geral é muito vantajoso, mas se você não toma as devidas precauções o resultado pode não ser o esperado, como descobriram os usuários da Etherdelta após um hack na semana passada.
Na ocasião, depois de acessar os registros DNS do site e substituir o domínio original por um falso, criminosos conseguiram “roubar” milhares de dólares em Ether e tokens. A pior parte é que mesmo sabendo do problema, os furtos continuam sendo relatados já que as medidas tomadas para conter o infortúnio não surtiram efeito.
A Etherdelta, plataforma descentralizada que negocia Ether e Ethereum tokens, revelou há seis dias que pelo menos 308 ETH, que valem o equivalente a US$ 270 mil, e mais um grande número de tokens foram roubados.
O mais impressionante de toda a história é que o hacker criou uma página idêntica a original da Etherdelta. Anteriormente, acreditava-se que os clientes que acessavam a plataforma por meio do plugin do navegador Metamask oy My Ether Wallet não seriam afetados. Ledo engano. Os relatórios atuais indicam que o prejuízo é muito maior que o esperado.
Um conhecido trader de criptomoedas chamado Tommy World Power achou que havia escapado do hack, mas só percebeu que não dias depois conforme relatou em uma mensagem no Twitter.

If you have funds on @Etherdelta I would move them off now! I just had a large amount stolen from my account a few hours ago. Do not use the same accounts you have used before the hack, even with metamask (which I thought I was safe beause that’s was using).
— Tommy World Power (@TommyWorldPower) December 26, 2017

Onde foi parar o dinheiro?
Rumores indicam que o ataque hacker esteja relacionado a um endereço de Ethereum que contém atualmente US$ 4,3 milhões de ETH. O endereço rotulado como “Fake_Phishing360” é acompanhado por um aviso no Etherscan que a conta está associada a golpes de phishing.
Depois de ter perdas consideráveis com o hack, Power iniciou uma verdadeira cruzada para congelar as contas do hacker na Binance e na CoinExchange, onde acredita-se que os valores roubados estejam sendo movimentados.
A negociação na Etherdelta caiu muito após a notícia do hack, pois os usuários estão receosos em acessar o site por motivos de segurança.
Enquanto o hack continua cercado de mistério, cabe aos investidores decidir se vale a pena correr o risco para ter novos tokens em um ambiente que não é plenamente seguro. O que compensa mais? A chance de faturar algum dinheiro ou a confiança em uma ferramenta? Eis a grande questão.

 

Fonte: Bitcoin Brasil

Deixe sua opinião