No universo das criptomoedas os posicionamentos podem ser muito distintos. Enquanto alguns “correm” para serem pioneiros no desenvolvimento e aplicação de tecnologias relacionadas à este ecossistema, outros adotam uma posição mais conservadora. A polêmica relacionada à proibição de anúncios de criptomoedas no Facebook ainda não cessou.

Recentemente, segundo reportagem da TNW, agência de notícias internacional, desenvolvedores, profissionais de marketing, entre outros, já descobriram como “burlar” os filtros de anúncios criados pelo sistema do Facebook, para então voltar a ter exposição de temas relacionados às criptomoedas. O truque, segundo o relato, é muito simples e basta apenas evitar os termos proibidos ou trocar as palavras chaves relacionadas, por exemplo “criptomoeda” para “moeda-c” – e outras variações semelhantes.

“Assim que identificamos anúncios proibidos, eles são removidos. Desde o anúncio desta política, nossos sistemas têm trabalhado continuamente para melhor detectar práticas publicitárias enganosas. Percebemos que a aplicação desta nova lei pode nunca ser perfeita e, por isso, agradecemos quando a comunidade nos adverte sobre anúncios que não pertencem ao Facebook, para que possamos removê-los” disse um porta-voz do Facebook na publicação.

Esta não é a primeira vez que o Facebook enfrenta problemas para restringir anúncios em sua plataforma, demonstrando que talvez os algoritmos de Zuckerberg não sejam tão “controláveis” como ele acredita. De fato, mesmo depois de várias notificações de usuários, inúmeros anúncios relacionados cripto ainda são exibidos e outras táticas como o uso de perfis fakes ou mesmo perfis oficiais divulgando anúncios por meio de hashtags e marcação de usuários também são rotineiras na plataforma, mostrando que na prática a proibição não eliminou as criptomoedas da plataforma.


Ganhe alto com a Binance

A maior e mais confiável das exchange está aceitando novos cadastros por tempo limitado, aproveite e obtenha grandes lucros no mercado de criptomoedas com essa incrível plataforma de trading.

Acesse já: https://www.binance.com